Romance - -
UM VISTO PARA O CÉU
Albert Brooks
UM VISTO PARA O CÉU
UM VISTO PARA O CÉU
(DEFENDING YOUR LIFE)

EUA, 1991. Direção e Roteiro de Albert Brooks.
Com Meryl Streep, Albert Brooks, Lee Grant e Rip Torn.
Warner Bros., colorido, 1h51, Warner Home Video.

Comédia Americana que se desenvolve, quase totalmente, numa cidade do Plano Espiritual chamada Cidade do Julgamento. Nesta, todos os recém-desencarnados são bem recebidos e alojados em hotéis confortáveis. O julgamento de cada Espírito, para decidir se ele irá para um estágio superior ou se voltará à Terra para “nova purificação”, se processa em poucos dias. Isto é, dentro de poucos dias, (no caso de Daniel, nove), os reprovados terão que reencarnar novamente...
Nesse julgamento, que se realiza em várias sessões diárias, há participação de advogados, promotores e juízes. Essa questão até que é interessante, pois o julgamento é baseado em cenas reais vividas na última existência, na Terra, de cada examinando, arquivadas naquela cidade e que são projetadas num telão do “Fórum”. Aproxima-se da realidade do que conhecemos na literatura espírita: os Mentores podem extrair de nossa mente, para análise, os registros de todas as nossas ações. E tribunais e magistrados também existem no Mundo Maior, conforme relato de André Luiz, Espírito, no capítulo “Justiça na Espiritualidade” da obra Evolução em Dois Mundos (Francisco C. Xavier, W. Vieira, FEB, Segunda Parte).
A famosa atriz e escritora Shirley MacLaine, reencarnacionista convicta, faz um discreto papel de recepcionista do Pavilhão das Vidas Passadas.
A atriz principal Júlia (Meryl Streep) representa o modelo de virtude, pois salvou os filhos e o gato de um incêndio... No julgamento do publicitário Daniel Miller (Albert Brooks) ele é acusado, basicamente, de não ter se libertado do medo e, por isso, não poderia continuar no Além ao lado do seu grande e novo amor Júlia... Portanto, este filme deixa muito a desejar sob a ótica espírita, mas é válido para os nossos estudos...
+Info: